MP abre inquérito para apurar irregularidades na coleta de lixo em Clevelândia

0
70

O Ministério Público do Paraná, através da Promotoria de Justiça de Clevelândia, instaurou Inquérito Civil para apurar possível prática de ato de improbidade administrativa por parte do prefeito municipal, Ademir Gheller.

A irregularidade teria ocorrido na dispensa indevida de licitação para a contratação de serviço de coleta seletiva, transporte e destinação de resíduos. Além disso, é investigada também a utilização de um caminhão do município por uma empresa particular para a coleta de lixo, sem que o uso tenha sido autorizado no contrato assinado entre a empresa e o Executivo local.

Conforme portaria de abertura do Inquérito, assinada pela promotora Nara Mirella Leal Palrinhas, os fatos chegaram ao conhecimento do Ministério Público através de representação do vereador Edson Luiz Modena.

A promotoria determinou que a prefeitura de Clevelândia apresente o processo administrativo que culminou na dispensa de licitação para contratar a empresa CETRIC (Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Inds. e Coms. de Chapecó LTDA), além de prestar informações sobre a utilização do caminhão do município pela referida empresa.

Foi encaminhada também requisição à empresa, para que apresente também informações sobre a utilização do caminhão coletor, de propriedade do município, indicando de que forma seus funcionários tem acesso ao veículo, que teria autorizado o uso e a quem compete o pagamento de despesas com combustível e manutenção.

O Departamento de Jornalismo da Rádio Club de Palmas/RBJ tentou contato com o vereador e também com a prefeitura de Clevelândia, porém, as ligações não foram atendidas.

Fonte: RBJ.